terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Altivez

Confesso não saber usar as palavras, 
e é incrível a forma como procuro ser mais. 
Talvez eu não conheça meus limites 
ou quem sabe eles não existam. 
Sou sempre menos do que posso ser. 
Tola e indecisa me escondo 
dentro do meu Eu.
Rastejando em meu chão fecundo 
de onde nascem minhas angústias. 
Deitada, beirando a loucura, 
pergunto-me: por que meu mundo é tão deprimente? 
Por que me apego a ele com tanto gosto? 
Desperdiço minha felicidade em busca de mais dor. 
Entretanto o que me mata é o que me faz forte, 
meu orgulho.

4 comentários:

  1. "Confesso não saber usar as palavras,
    e é incrível a forma como procuro ser mais.
    Talvez eu não conheça meus limites
    ou quem sabe eles não existam."

    Identificação da minha pessoa com este fragmento é além de 100%.

    By: K

    ResponderExcluir
  2. Para alguém com o teu talento, não haverá limites!

    ResponderExcluir
  3. parabens my,voce escreve brilhantemente...
    continua com essa força natural que voce tem..
    beijão..
    milico

    ResponderExcluir
  4. "entenda sua propia cabeça antes de tentar entender a dos outros..."
    Poisé vejo que voce compreende a sua...Sabendo compreender os segredos de sua propia mente voce adquire potencial ilimitado.Parabens continue assim e voce chegara a lugares praticamente impossiveis para a maioria.Roni

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget