quinta-feira, 4 de junho de 2009

Para Micheli, De Mahina

Nós sabemos...
Tudo o que desejo você nega
Todo o meu martírio morto. 

Deixe-me guiar-te
Deixe-me tudo decidir
Nós sabemos a sua vontade
Deixe-me agir... 

Não se trata de um ser
Agora somos duas, baby.
Mas no final, você sabe
E sempre soube.. que gostaria de liberta me ver 

Deixe-me impiedosa
Vingar-me e fazê-los pagar
Por te fazer sofrer.
Castigá-los, massacrá-los... deixe-os morrer

Eu sou o seu mal que você tanto evita
Não me impeça de te proteger
Eu sou a sua máscara... Eu sou você.

*Mahina Désirée Charlotte = Meu codinome. O uso quando não estou em meu estado ‘normal’, ou seja: sentindo-me sensual, insana, impiedosa; sentindo raiva, ódio, tristeza, melancolia, mágoa, falsa euforia, decepção... Basicamente isso! Sem mais palavras, caros leitores...

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget