quinta-feira, 28 de maio de 2009

Hoje Insano

A minha insanidade não pode ser contida
Tampouco deve ser.
Contesto que antes que o galo cante
O meu pecado se revelará
E te machucará..
Antes que o sol nasça
Tu me verás diante de teus olhos
Uma simples imagem falsa.
Teus desejos me serão satisfação
Porque por mim não serão satisfeitos
Não mais..

A minha culpa negaceada.

Não, não me pergunte por que,
Porque não há porquês!

Vê-me sóbria e despida de minha sagacidade?
Foi-se a época em que lamuriei,
Eu somente sonho, e hoje não me importo
Com nada e ninguém.

Hoje sou eu quem vive em minhas memórias
Hoje mais ninguém existe em minha consciência..
Hoje meus sonhos são para mim e por mim,
Ninguém com quem me preocupar.
Antes que outro dia chegue...
Você vai sentir falta e se lembrar..

De mim. 

2 comentários:

  1. Oi, Micheli. Que texto delicado e feminino. Gostei, como sempre. Teu talento cresce a cada post e aflora cada vez mais. Bjs mil!!

    ResponderExcluir
  2. Nao ha oque comentar sobre este belo texto apenas sentir...Roni

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget