sábado, 9 de maio de 2009

Raiva

De olhos abertos imagino tudo explodindo. Ouço minha mente gritando.
Raiva. Raiva. Raiva. É só nisso que consigo pensar. Fecho os olhos e minha alma parece ser alguém, tão perto e real. Começo a imaginar atrocidades.

Um comentário:

  1. "Fecho os olhos e minha alma parece ser alguém..." Ótimo trecho, intenso e expressivo.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget