segunda-feira, 29 de junho de 2009

Eu Não Sou Uma Boa Filha

Eu não sou uma boa filha, avisei que não seria. Por que teimam em mudar-me?
Eu levantei a voz e falei às verdades que vocês ignoram, e assim, cegos prosseguem agindo como se fossem perfeitamente corretos.
Eu não sou uma boa filha. Não mantenho meu quarto arrumado e não desligo a TV cedo. O que querem de mim? Uma boneca de porcelana trajando um vestido cor de rosa? Deixem-me em paz com as minhas roupas pretas!
Eu não sou uma boa filha, mas nunca deixarei de ler os textos de meus futuros filhos apenas porque não são delicados ou de meu gosto, tampouco deixarei de ouvi-los cantar somente porque as músicas não me agradam. Não os privarei de seus talentos que lhe causarem elogios.
Não sou uma boa filha, mas não fechei a porta em suas caras e saí por conta própria para lugar qualquer. Não os ignorei quando estavam comunicativos.
Mesmo furiosa tenho entendido os seus motivos, então me façam o favor de parar de querer a filha perfeita, não vivemos em um filme.

4 comentários:

  1. "mas nunca deixarei de ler os textos de meus futuros filhos apenas porque não são delicados ou de meu gosto, tampouco deixarei de ouvi-los cantar somente porque as músicas não me agradam. Não os privarei de seus talentos que lhe causarem elogios."

    Lindo demais.

    Beeijos, Jaaque

    ResponderExcluir
  2. Um belo e tocante desabafo. Espero eles tenham lido...

    ResponderExcluir
  3. Briga com Pai e mãe é coisa pra se tratar de forma elevada!

    Talvez seja como se brigássemos conosco mesmo:

    É como lutar consigo, às vezes não sabemos se estamos corretos ou se é que nossos 'eus' estão.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Amei meo, mt mt mt afu, me identifiquei bastante com esse "texto" PARABÉÉNS :D

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget